Assista aos vídeos de como o Ministério Público encontrou as escolas do polo Boi Não Berra

Existem muitas rachaduras nas paredes, tem sistema elétrico exposto ponde em risco as crianças e até compensado pendurado tapando janelas.

Estivemos na manhã de ontem, (13), na região da Trizidela, para ver de perto algumas das escolas visitadas pelo Ministério Público cujo relatório levou à assinatura do TAC onde o prefeito e a secretária Deuzimar Serra se comprometem a interditar as piores e a realocar os alunos num prazo de 45 dias.

No povoado Lagoa dos Sales, a situação da escola inaugurada dia 9 de fevereiro de 2008, no governo do prefeito Biné Figueiredo, é de assustar. Existem muitas rachaduras nas paredes, tem sistema elétrico exposto ponde em risco as crianças e até compensado pendurado tapando janelas. Havia merenda, mas os alunos demonstraram medo de estar debaixo da estrutura que pode desabar a qualquer momento conforme constatou a promotora Linda Luz Matos Carvalho e sua equipe.

ASSISTA AO VÍDEO FEITO PELO BLOGDOACELIO NA DEMERVAL SALES.

Mais adiante nos deparamos com a situação de Centro dos Britos, onde a escola Santa Joana está desativada desde 2016. O fazendeiro emprestou um de seus depósitos para que as crianças não ficassem sem aula desde então. É um local insalubre, os alunos urinam no mato nos fundos do prédio onde já há uma catinga exalando de longe. Num mesmo ambiente mostramos no vídeo abaixo alunos do  3º, da 4º e   do 5º ano do Ensino Fundamental diante de dois quadros pendurados sobre carteiras bem surradas.

A situação é lamentável. Ouvindo os pais, um deles, o agricultor Luís Bacelar, criticou o descaso e reafirmou um desejo de todas as comunidades onde existem, ou era pra existir, as 10 escolas do chamado polo BOI NÃO BERRA.

 “Tem que ter escola pras crianças é porque as crianças é que são o nosso futuro, eles vão aprender e vão botar a vida deles pra frente…UMA CRIANÇA SEM ESCOLA? Não vale nada não, vai fumar é droga”, disse o lavrador indignado.


Deixe um comentário!
  • Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.