Convenção de Zé Martinho foi um verdadeiro fiasco em Cantanhede

O ato de convenção do ex-prefeito Zé Martinho que deu inicio as 4 horas da madrugada, onde vários asseclas começaram a tocar fogos, carros de som gigantes e muita zoada, o chamado “querer ganhar no grito”. Teve deputado chegando de helicóptero, teve deputado chegando de carro, teve deputado chegando de avião e o povo que é bom não compareceu como foi esperado.

Alguns organizadores colocaram a culpa na pandemia, outros no horário. Certo que foi um verdadeiro fiasco popular. O cenário foi todo montado em vermelho, mas o deputado Júnior Lourenço, que nunca trouxe um benefício para Cantanhede desfilou de azul, cor do candidato da situação.

Há quem diga que a convenção seja um dos termômetros de uma campanha política. A jogada do candidato de oposição é tentar antecipar ao máximo a campanha, pois teme e sabe o potencial do candidato Ruivo na hora do corpo à corpo, que será o fator decisivo dessas eleições.

Ainda assim é só o começo, muitas aguas irão rolar. Vamos esperar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *