DITADURA: prefeita proíbe blocos que não sejam do seu grupo político de saírem às ruas no carnaval de Satubinha

blank
Dulce Maciel Pinto da Cunha, a “Dulcinha”

Como se estivesse no sistema político do Totalitarismo, ou mesmo, no período da Ditadura Militar, a prefeita do município de Satubinha, Dulce Maciel Pinto da Cunha, a “Dulcinha”, conhecida na política maranhense como a sósia da ex-governadora Roseana Sarney, “baixou” o Edital no qual por força de sua assinatura proíbe apresentações de blocos ou qualquer outro grupo carnavalesco nas ruas da cidade.

No documento, “Dulcinha” também impede a presença de paredões e ainda faz questão de deixar claro que a restrição é apenas para as brincadeiras que “não são oficiais, ou seja, não autorizados pela Administração Municipal de Satubinha”. Diz o Edital.

Na prática, a prefeita diz que as ruas onde estão situados o hospital, escolas e até as secretarias do governo dela, só podem passar os blocos organizados pela sua gestão, nos quais os integrantes e organizadores são os seus próprios aliados políticos. Já para a população em geral é proibido a circulação das brincadeiras momescas.

A situação é tão inusitada quanto absurda vez que a Constituição Federal assegura em seu Art. 5º, inciso XVI, que o direito de reunião não precisa de autorização, só aviso prévio.blank

Fonte: Blog do Domingos Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *