Conforme publicamos no último sábado (11), os professores da rede municipal de ensino realizaram na manhã de hoje (13) uma manifestação de repúdio pela forma descompromissada que estão sendo tratados pela gestão do prefeito Aluisinho do Posto (PCdoB).
Desde o primeiro concurso para professor em 1997, nunca uma administração tinha deixado de fazer o pagamento da categoria depois do dia 10. Mas neste mês o prefeito faz história ao ser o primeiro em 20 anos que não paga até o prazo-limite do dia 10. Além de não estabelecer um calendário de pagamento, a administração descumpre o acordo de pagar até o dia 10. Os professores sofrem com a não valorização que eles merecem, fato que também está prejudica o comércio local.
Tentamos contato com o gerente da agência do Banco do Brasil em Esperantinópolis para termos mais informações sobre esse impasse, já que o secretário de Finanças, em nota, colocou a culpa no banco pelo não pagamento, mas não obtivemos retorno do gerente.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA