Eudes Sampaio debocha “não se faz milagres com dinheiro”; município recebeu R$ 28 milhões só em janeiro

blank
Eudes Sampaio (PTB)

Apesar de toda essa fortuna na conta da prefeitura ribamarense, o prefeito Eudes Sampaio (PTB) ainda não concedeu o reajuste de 12,84% fixado pelo Ministério da Educação para os profissionais da Educação Básica, direito que tem sido um desafio para os professores nos últimos três anos.

Todo esse dinheiro nos cofres da prefeitura ribamarense, já vieram calculados pelo governo federal para garantir o repasse aos professores no pagamento de janeiro, no entanto, o prefeito insiste em mantém uma política retrógrada.

Durante entrevista à rádio Mais FM, ainda no mês de janeiro, o prefeito tratou a classe dos professores com desdém e disse que não há lei que o obrigue a pagar o décimo quarto salário prometido por ele e pelo ex-prefeito Luís Fernando durante a campanha de 2016, e debochou. “Não se faz milagres com dinheiro”.

Desde 2017, o município já recebeu mais de R$ 320 milhões para serem investidos na Educação, números que podem ser consultado pelo cidadão através do site do Banco do Brasil.

Em Codó, o prefeito Francisco Nagib não pensou duas vezes. Por lá, o município recebeu em janeiro R$ 21,6 milhões. Desse total, R$ 16 milhões foram só para educação, e o prefeito fez o que determinou o MEC, garantiu reajuste de 12,84%.

Em Caxias, o prefeito Fábil Gentil arredondou os números e garantiu reajuste de 13% aos profissionais da educação, 0,16% a mais do que o determinado pelo MEC.

Já em Ribamar, os professores continuam sofrendo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *