Ganha força no Senado, PEC que muda eleição para 2022

Urna eletrônica

Protocolada na última quarta-feira (20), a PEC nº 19/20 vem ganhando força e já conta com a assinatura de quase 30 senadores de vários Estados Brasileiros.

A Proposta de Emenda à Constituição prevê a unificação das eleições e seria uma solução para o atual momento, já que em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus, muitos políticos consideram que o pleito já estaria comprometido.

Caso seja aprovada, a PEC prorrogaria por mais dois anos, os mandatos dos vereadores, prefeitos e vice-prefeitos eleitos em 2016, e em 2022, os eleitores brasileiros iriam escolher além de vereadores e prefeitos, deputados estaduais, federais, senadores, e o presidente da República.

O Ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, tem defendido que apenas o Congresso pode decidir sobre a unificação das eleições.

A Proposta deve ser analisada pelo Senado e pela Câmara Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *