Greve dos servidores do Detran mostra a incapacidade administrativa de Francisco Nagib

A greve dos Servidores do Departamento de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) iniciada na manhã desta terça-feira (16) e, portanto, que dura dois dias, mostra a total incapacidade administrativa do diretor-geral do órgão, Francisco Nagib.

Indicado para o cargo pelo PDT, Nagib é fraco de diálogo e se tivesse “jogo de cintura” ou alguma habilidade política não teria deixado acontecer a deflagração da greve que traz desgaste ao governo Flávio Dino.

De acordo com o Sindicato dos Servidores do Detran (Sinsdetran) a greve é resultante da insatisfação com diversas questões, como: reajuste, melhores condições de trabalho especialmente nas Ciretrans, manutenção no auxílio-alimentação nos afastamentos legais e outros.

Na nota do Sindicato a imprensa, a entidade alega que “os servidores, além de condições mais justas para a categoria, estão lutando pelo próprio Detran, o que inclui melhoria na prestação dos serviços públicos, combate à corrupção, bem como fim de sua utilização como trampolim eleitoreiro e cabide de empregos.”

A inabilidade de Francisco Nagib é conhecida no meio político há algum tempo, prova disso é que o ex-prefeito de Codó saiu da prefeitura com rejeição nas alturas e não teve sequer a coragem de disputar a reeleição em 2020, ocasião que apoiou o ex-prefeito Zito Rolim e acabou sendo derrotado nas urnas.

Portanto, se Francisco Nagib tivesse o mínimo de coerência política, já teria pedido para deixar o cargo e evitar ainda mais desgaste ao governo do Maranhão.