Jornalista registra B.O e fala pela primeira vez após ser agredido pelo Presidente da Câmara de Codó

O Jornalista Wellyngthon Sampaio, em entrevista ao programa Viraliza, se pronunciou pela primeira vez após ser agredido pelo Presidente da Câmara de Vereadores, Leonel Filho. Ele registro um Boletim de Ocorrência após os ataques sofridos.

Assista a entrevista!

Entenda o caso

O jornalista Wellyngthon Sampaio, que trabalha como repórter no Programa Viraliza, transmitido na internet, afirmou que foi agredido pelo presidente da Câmara Municipal de Codó, vereador Leonel Filho. O caso foi registrado na manhã desta quarta-feira (1º) dentro do prédio do legislativo codoense.

Wellyngthon Sampaio

De acordo com Wellyngthon Sampaio, ele foi ao local buscar contracheques da época em que trabalhou na assessoria de comunicação da Câmara Municipal, durante a administração de Expedito Carneiro. Ao ver o jornalista nas dependências da Câmara, Leonel Filho teria iniciado uma sequência de ofensas ao profissional, o chamando de mentiroso, moleque e safado. Ele afirma que foi empurrado e agredido com dois tapas nas costas após questionar os motivos dos xingamentos.

O outro lado

Procurado por nossa equipe de reportagem, Leonel Filho negou que tenha agredido e disse que apenas pegou nas costas do Wellyngthon Sampaio. O vereador também afirmou que discutiu porque o jornalista estava com deboche e saliência.

Vereador Leonel Filho

“Ele chegou com deboche com a gente, dizendo que a Câmara, oia aí oo, uma coisas lá que só vi o resmungado dele. Eu fui perguntar e ele veio com atitude grosseira, aí eu falei com ele do jeito que era pra ter conversado. Mas não teve nada de mais do que ele tá dizendo (…) Não existe isso, peguei só nas costas dele, o pessoal tá aqui de prova. Não xinguei ele. Com relação aos documentos ele pode vim aqui pegar 20 vezes, só não pode vim com saliência. Ele tem que respeitar as pessoas”, argumentou.

Nota de Repúdio

O ÉMARANHÃO vem a público repudiar, com veemência, os atos de agressão física e moral que supostamente foram praticadas pelo presidente da Câmara Municipal de Codó, vereador Leonel Filho.

Profissional dedicado, exemplar, estudioso, Wellyngthon Sampaio é uma das pessoas mais solidárias e prestativas que conhecemos. Sempre disposto a ajudar quem lhe procura, o jornalista estava apenas em busca de documentos que provassem que foi demitido em dezembro, pois não havia conseguido obter o benefício do auxílio emergencial por ainda constar nos dados da Receita Federal como funcionário da Câmara Municipal de Codó, mesmo após seis meses de sua demissão.

repudiamos qualquer tentativa de intimidação para com os integrantes da imprensa, independente dos motivos alegados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *