Polícia Federal cumpre mandados contra a gestão de Hilton e Fernanda Gonçalo em Bacabeira

A Polícia Federal amanheceu na porta da prefeitura de Bacabeira, administrada pela prefeita Fernanda Gonçalo. Segundo informações oficiais, pelo menos 50 agentes federais cumpriram mandados de busca e apreensão e de prisões em Bacabeira, Santa Rita e pelo menos outros quatro municípios.

Batizada de Operação Falsa Esperança, a operação visa desmontar uma associação criminosa montada para o uso de recursos do Covid-19.

Segundo dados do Fundo Nacional da Saúde, o município de Bacabeira já recebeu mais de R$ 1,6 milhões de reais para combater o novocoronavírus.

Já o município de Santa Rita, administrado pelo marido de Fernanda Gonçalo, recebeu já recebeu mais de R$ 4,2 milhões.

Juntos, os dois municípios receberam quase R$ 6 milhões de reais que deveriam ser usados exclusivamente no combate ao Covid-19.

Segundo a operação, o casal Gonçalo é acusado de ter comprado respiradores para o enfrentamento do Novo Coronavírus, no entanto, devido a licitações fraudulentas, segundo as investigações, os equipamentos nunca foram entregues.

Também foram identificados, durante a investigação, indícios de superfaturamento de equipamentos de proteção individuais (EPI’s) e de simulação na compra de respiradores pulmonares.

Todas as aquisições foram realizadas com uma única empresa, em Paço do Lumiar, que nunca havia atuado no ramo médico hospitalar. A investigação revelou que a empresa não tinha nenhum empregado e atuava com a comercialização de acessórios para instalação de aparelhos de ar-condicionado e de energia solar.

A Operação foi denominada Falsa Esperança em referência a expectativa criada na população dos municípios de que as gestões municipais teriam adquirido de forma lícita equipamentos contra a COVID-19, e que, ao fim, nunca chegaram a ser efetivamente entregues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *